5 sinais e sintomas do Alzheimer que você pode identificar

Modificao em

5 sinais e sintomas do Alzheimer que você pode identificar

O mal de Alzheimer é uma doença que tem acometido cada vez mais indivíduos, atinge a população idosa em geral a partir dos sessenta e cinco anos.

Trata-se de uma doença de caráter degenerativo, cujos sintomas evoluem de maneira lenta e progressiva.  Pode levar anos para que os sinais da doença se tornem visivelmente detectáveis. É comum que os sintomas iniciais sejam ignorados pela família e até mesmo pelo próprio idoso. Costumam confundir manifestações de esquecimento com traços comuns da velhice.

É importante que a família do idoso fique atenta aos sinais que podem revelar a configuração de um quadro de Alzheimer. Um traço característico da doença é o comprometimento da memória. Se o idoso começar a fazer a mesma pergunta insistentemente ao longo do dia e não cessar diante da resposta, é aconselhável observar com mais acuidade seu comportamento.

Outro aspecto que pode ser notado no doente acometido de Alzheimer é a perda da noção espacial. Quando o idoso começa a se perder espacialmente, não conseguindo mais se situar localmente, perdendo-se em lugares conhecidos e até familiares, é possível que já esteja manifestando um sinal da doença.

Aproximadamente 60% das pessoas com demência apresentam uma tendência para vaguear sem destino. O doente costuma revelar inquietude, medo, confusão e incapacidade de se situar no tempo e reconhecer as pessoas. Pode acontecer de o idoso sair de casa no meio da noite e se perder, conseguindo retornar para o seu lar auxiliado por alguém, que o encontrou em situação de transtorno.

Deve-se observar o idoso que apresenta frequentes alterações de humor, com manifestações inesperadas de riso, choro e apatia em certas situações.

O indivíduo que tem a doença de Alzheimer costuma apresentar comportamentos estranhos e tomar decisões inadequadas diante de determinadas situações. Um dos aspectos típicos da doença se dá na forma confusa com que o doente começa a lidar com o dinheiro.

Alterações no sono também podem sinalizar, o idoso passar a trocar o dia pela noite.

Após a verificação de alguns sinais da doença a família deverá conduzir o idoso a um geriatra ou neurologista, para que se possa confirmar o quadro clínico.


Os comentários estão fechados.