Câncer no Idoso – Fatores de Risco, Prevenção e Detecção Precoce

Modificao em

Câncer no Idoso – Fatores de Risco, Prevenção e Detecção Precoce

A população de idosos é 11 vezes mais propensa a ser atingida pelo câncer, do que os mais jovens. O diagnóstico do câncer no idoso representa um enorme desafio, visto que muitos tem doenças crônicas que dificultam o tratamento oncológico e intervenções cirúrgicas.

Na terceira idade, os cânceres são normalmente relacionados a hábitos e estilos de vida, e por isso é importante reforçar a importância de um atendimento médico preventivo, com foco nesta população e também nas faixas etárias mais jovens.

Tipos de Câncer Mais Comuns entre Idosos

Felizmente, os idosos e seus cuidadores estão cada vez mais conscientes da importância de se adotar um um estilo de vida mais saudável, com mais prática de exercícios físicos, uma alimentação balanceada e a redução ou abandono do tabagismo e do uso de bebidas alcóolicas. Mas outros fatores acumulados ao longo da vida – a obesidade, o sedentarismo, o abuso do álcool e do fumo, a exposição excessiva ao sol, e até mesmo o uso de agrotóxicos e a poluição ambiental – podem favorecer o aparecimento e desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

Entre as pessoas com mais de 60 anos, os 3 tipos de câncer mais comuns no Brasil são: o câncer de próstata, o câncer de mama, o câncer de colo e reto, e o câncer de pulmão, além do câncer de pele.

Prevenção e Detecção Precoce do Câncer no Idoso

Além de cuidar da saúde com bons hábitos alimentares e exercícios físicos regulares, o idoso deve passar regularmente por check ups e exames para a detecção precoce de qualquer alteração no seu organismo.

Entre os exames mais comuns que podem ajudar a detectar o câncer nos estágios iniciais e com isso, aumentar a probabilidade de cura, estão:

  • a mamografia para o câncer de mama;
  • a colonoscopia e sangue oculto nas fezes para o intestino;
  • o exame ginecológico para o colo uterino;
  • exame visual pelo dermatologista para a pele;
  • exame de toque da próstata;
  • radiografias para o pulmão;
  • exames de sangue específicos, como o CEA (antígeno carcinoembrionário) que pode ser dosado para diferentes tipos de câncer, e outros.

O alto índice de ocorrência do câncer na terceira idade alerta toda a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Quando diagnosticado, o tratamento deve ser iniciado imediatamente, para que o paciente tenha a maior probabilidade de cura ou controle da doença, e sempre, a máxima qualidade de vida.

Recomenda-se que o idoso seja assistido por uma equipe multidisciplinar – geriatra, nutricionista, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, cardiologista, urologista/ginecologista – para que sua saúde seja regularmente monitorada e que qualquer irregularidade seja tratada de forma célere.

Com alguns cuidados essenciais, o idoso poderá usufruir de mais qualidade de vida e aproveitar o máximo os benefícios da longevidade ao lado de seus familiares e amigos.

Fale com os nossos especialistas.

A MIT Cuidadores fornece cuidadores de idosos profissionais para famílias do Rio de Janeiro, Niterói, Região Serrana e Região dos Lagos.


Os comentários estão fechados.